Música

5 MOTIVOS PARA OUVIR BANDAS INDEPENDENTES (DA SUA CIDADE OU DO MUNDO)

Um belo dia você resolver colocar a cara no mundo para trabalhar seu som autoral. Aquele que, provavelmente você demorou anos para tirar do papel e, junto com a sua banda, transformar em algo palpável. Ok, lindo! Mas todo mundo aqui sabe que o cenário musical de uma cidade, principalmente no interior, está longe do grande mercado da música nacional. Sem menosprezar ninguém, porque eu também me encaixo nessa categoria de bandas que precisam “se virar nos 30” para fazer a cena acontecer, promovendo eventos, divulgando o trabalho nas redes sociais, plataformas de vídeos, usando cachê pra bancar EP e, porque não, tirando grana do bolso pra poder transformar em realidade (ou pelo menos tentar), o sonho da banda autoral.

Mas, ao mesmo tempo que tudo isso é lindo, se idealizarmos, a realidade (oh, a cruel realidade) é diferente! Quem nunca tocou seu som autoral no barzinho e viu galera toda aproveitar esse momento para olhar o celular, pegar aquele chopp ou ir ao banheiro? Que atire a primeira pedra (e se identifique nos comentários, rs). Infelizmente, todo mundo acha muito linda a sua iniciativa de ter uma banda de som próprio, mas a grande maioria das pessoas não está realmente afim de te ouvir e não é porque você é ruim (você pode ser, mas não é regra), mas porque temos aquele pré-conceito de “ah, mas é banda autoral”, “ah, mas não conheço”. Todos nós acabamos fazendo isso e é preciso se desconstruir para poder ajudar e fortalecer mais a cena.

E neste post eu resolvi trazer 5 motivos (já perceberam que amo listas né?), para você se dar a chance de ouvir o som próprio de alguém, seja seu amigo, vizinho, primo ou quem quer que seja. Vamos abrir a mente?

 

  • SEJA MENOS CONSERVADOR
    7eb429a161da8ab878c82dc2eba9838d
    Eu sei que AC/DC e Deep Purple são incríveis, mas ouvir aquela banda nova não vai te fazer ser menos fã dos clássicos e nem te “emburrecer musicalmente”. Muito pelo contrário, ouvir bandas novas vai te ampliar os horizontes. Na faculdade, eu tive um professor de História da Música que em toda aula nos trazia uma música de um artista novo, totalmente desconhecido da galera, e nos fazia criar esse hábito. E posso garantir que isso me enriqueceu musicalmente (apesar de eu ouvir Def Leppard diariamente, rs).
  • NÃO SE GUIE PELOS LIKES, MAS PELO SOMorelia

Esqueça o número de likes, visualizações do vídeo, a marca do cabeçote do guitarrista ou a quantidade de acordes da música. Procure entender a proposta musical da banda, as suas influências, a emoção que ela passa. Acredite, existe muito mais musicalidade dentro de 4 notas do que você pensa.

  • RECONHEÇA O ESFORÇO DO ARTISTAreconhecimento

Tá, ninguém está te pedindo para ouvir algo que não goste. Mas, já dizia Bukowski “Como pode dizer que ama uma pessoa quando há dez mil outras no mundo que você amaria mais se conhecesse? Mas a gente nunca conhece”. Isso se aplica a música também. Ouça a novidade de coração aberto e considere todo o sangue, suor, noites mal dormidas e investimento dos integrantes naquele sonho.

 

  • FREQUENTE OS SHOWS
    frequente os shows

Já dizia um amigo “para lotar show de Guns N’ Roses cover tem gente de sobra, mas pede pra pagar R$ 10 em um show autoral, todos somem”.  Vá prestigiar aquele amigo que toca (que a gente sabe muito bem que você tem), vale a amizade, você se diverte e ainda dá aquela força. Você só precisa de amor no coração, boa vontade e alguns reais no bolso.

  • RECLAME MENOS DOS LIXOS MUSICAIS E APOIE A CENA
    maxresdefault (1)

É regra! Só eu abrir o Facebook que tem sempre a galerinha que reclama do funk, reclama que os MC’s tem grana, que o Brasil só tem lixo musical. OK! Entendo! Mas quantas vezes você já prestigiou ou compartilhou um artista bom, com conteúdo, independente da sua região? É possível resistir e fazer a diferença valorizando a cena local.

Bom galera, é isso! Espero que tenham gostado do texto e, aproveitando a deixa, acompanhem um vlog de um dia de gravação da minha banda Estado Imaginário.

Beijos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s